Loading...

Logo você terá acesso ao site

  • Marcus Vinicius

Links dofollow e links nofollow: saiba como utilizá-los


Links dofollow e links nofollow: saiba como utilizá-los

Os links dofollow e links nofollow são aqueles que apontam para conteúdos de dentro ou de fora do seu site, com a intenção de aprimorar a experiência de leitura dos usuários. Ambos são usados como parte da estratégia de produção de conteúdo web.


Além disso, esses links colaboram com a otimização dos mecanismos de busca (SEO). Ou seja, eles podem melhorar a classificação da sua página nos buscadores, em especial, o Google - considerado o maior site de pesquisa atual.


Para compreender mais sobre os links dofollow e links nofollow, o artigo de hoje vai apontar algumas características e vantagens da estratégia. Saiba como utilizá-los no seu conteúdo e melhore a classificação do seu site!


O que são links dofollow e nofollow?

Para compreendermos o que são os links dofollow e nofollow, é necessário conhecer a estratégia de link building dentro do SEO.


De maneira resumida, o link building nada mais é que a inserção de hiperlinks ou menções (também chamados de backlinks) no seu conteúdo, com o objetivo de oferecer uma experiência de leitura mais completa ao usuário e mostrar o relacionamento da sua página com o restante da web.


Esses backlinks podem ser de conteúdos do seu próprio site ou de páginas parceiras. Por exemplo, um escritório contábil São Paulo pode mencionar um link para uma reportagem sobre saúde financeira, feita por um jornal de renome.


A estratégia de link building tem se tornado cada vez mais importante para o Google, pois ela demonstra a popularidade do seu conteúdo e a credibilidade do site. Afinal de contas, quanto mais menções o seu material receber, melhor é a informação compartilhada.


Quando o algoritmo do Google percebe o tanto de links internos e externos apontando para o seu conteúdo, ele conclui que as pessoas estão mencionando o seu site devido à qualidade do seu material e, portanto, a classificação da sua página será melhor.


Por esse motivo, conseguir menções para o seu site é uma boa maneira de melhorar o rankeamento da sua página e, assim, atrair mais visitantes.


Tendo isso em mente, podemos continuar a explicação sobre links dofollow e nofollow. Veja a seguir:

Links dofollow

Os links dofollow são aqueles que permitem ao Google e outros buscadores apontarem de volta ao seu site. Ou seja, toda vez que se insere esse tipo de menção, ele irá apontar para o seu conteúdo, fortalecendo a autoridade da sua página.


Nesse sentido, se o site de uma clínica de fisioterapia em Osasco citar o link de uma empresa parceira que é dofollow, a página citada será levada em conta no rankeamento.


Essa prática é conhecida como Link Juice e ocorre por conta da métrica de PageRank do Google. Por esse motivo, ao inserir links no seu site, é necessário verificar se eles têm uma boa autoridade, já que isso contribui muito com a classificação da sua página no Google.

Links nofollow

Já os links nofollow são aqueles que não apontam de volta. Quer dizer que eles não impulsionam o PageRank nem mesmo melhoram a classificação nos resultados de pesquisa dos buscadores.


Os links nofollow apresentam uma tag HTML similar a essa: <a href=”http://www.nomedosite.com/” rel=”nofollow”> Link Text </a>.


Dessa forma, os mecanismos de busca são avisados que os links nofollow não devem ser considerados como parte do rankeamento de quem o apontou.


É importante conhecer quais são esses links. Assim, uma empresa de fomento mercantil que deseja melhorar o seu rankeamento, por exemplo, pode priorizar os links dofollow, ao invés dos nofollow.

Por que ter links nofollow em seu site?

Diante da explicação, parece lógico que os sites optem somente pelos links dofollow, visto que eles podem melhorar a autoridade do site nos buscadores, contribuir com o tráfego orgânico e contribuir com as maiores chances de conversão em leads (potenciais clientes).

Contudo, também é importante contar com os links nofollow. Inclusive, algumas páginas preferem esse tipo de inserção.


Afinal de contas, da mesma maneira que os links de qualidade apontando para o seu domínio melhoram a classificação nos buscadores, os links ruins também podem prejudicar a sua autoridade no Google.


Por exemplo, se você criou um ótimo conteúdo elencando as melhores empresas de consorcio de imoveis, mas recebeu menções de sites maliciosos, isso irá prejudicar o SEO. Assim, ao invés de melhorar a classificação, irá ocorrer justamente o contrário.


Por esse motivo, os sites de alta qualidade costumam ter links nofollow.

O que considerar ao inserir links dofollow e nofollow?

Depois de compreender mais sobre as características dos links dofollow e nofollow, é necessário aprender como utilizá-los na sua estratégia de otimização.


O primeiro passo é fazer um levantamento de quais sites de qualidade você deseja citar no seu site, bem como as páginas que você gostaria que citassem o seu conteúdo. É preciso ter certeza de que elas são relevantes para não prejudicar a classificação.


Dessa maneira, se você deseja citar um curso de quiropraxia, faça uma busca avançada no site, para realmente escolher uma página de qualidade. Lembre-se que o algoritmo do Google é inteligente e a cada atualização, a exigência do buscador é ainda maior.


Se uma informação não for tão relevante quanto aparenta ser, mas ainda sim você sente que precisa de um link, talvez a opção do nofollow seja a melhor. Além disso, links de anúncios, afiliados e afins também devem ser nofollow.


Nestes casos, use a tag do nofollow durante a inserção, para evitar que você seja seguido de volta. Isso pode ajudar muito na citação de links concorrentes (não apenas de segmento, mas também de palavras-chave).

Inserção de links externos

Caso você tenha um link para outro site e quer que o Google reconheça a menção, é preciso usar o dofollow. Esse tipo de backlink é válido para ajudar os robôs do Google na identificação do seu conteúdo.


Dessa forma, ela saberá qual é o assunto principal do site de uma empresa de portaria, por exemplo.


Além disso, é bastante normal e natural citar outros sites na produção de conteúdo. Isso ajuda na originalidade do material, além de melhorar a experiência de leitura.


Inclusive, o Google tende a favorecer os textos que são originais e investem em uma boa estratégia de link building.

Inserção de link do seu site em outra página

Mas o que fazer quando a situação é contrária: outros sites citam o seu conteúdo?


Muitas pessoas acreditam que isso só traz vantagens, afinal, quanto mais páginas compartilharem o seu conteúdo sobre serviços de tradução técnica, melhor é o rankeamento. Contudo, isso não é uma verdade absoluta.


Embora a quantidade de links tenha um impacto nas classificações dos buscadores, as menções de sites com pouca autoridade e não confiáveis podem prejudicar a sua página. Por esse motivo, não recomendamos que você siga essas páginas de volta.


Além do mais, mesmo que o seu site seja mencionado em páginas de terceiros, com links nofollow, ele ainda é visível aos usuários. Ou seja, continua sendo uma fonte de tráfego para o seu conteúdo.

Como conseguir links de qualidade?

Essa é uma das principais dúvidas ao trabalhar com o link building. Até porque é difícil ter uma noção exata de quem poderá citar a sua página.


Sendo assim, a primeira dica é produzir, de fato, um conteúdo relevante - quer dizer, indo além da propaganda, mas elaborando algo informativo.


Hoje em dia, quando as pessoas procuram por uma distribuidora de saco de lixo, elas não querem apenas uma propaganda massiva e invasiva. Na verdade, elas buscam por informação de qualidade.


Por isso, quanto melhor for o seu conteúdo, maiores são as chances de receber menções de páginas relevantes.


Além disso, vale a pena seguir algumas outras dicas, como:


● Escolher bem os parceiros para troca de links;

● Inserir links para conteúdos da sua própria página;

● Verificar periodicamente quais são os sites que mencionaram você;

● Trabalhar com linkagem nas redes sociais.


Em termos de ações ativas para link building, o guest post é algo que traz ótimos resultados.


De modo simples, o guest post nada mais é que o artigo de convidado. Ou seja, um profissional ou especialista no assunto é convidado para produzir um conteúdo dentro de um blog no qual ele não é o proprietário.


Isso ajuda na criação de conteúdo relevante e, em troca, você ainda consegue estabelecer parcerias para o link building.

Conclusão

Os links dofollow e nofollow fazem parte das estratégias de otimização para os mecanismos de busca, focadas na aquisição de menções em sites de terceiros, para melhorar a classificação do seu conteúdo e ampliar o tráfego orgânico.


Porém, o artigo de hoje mostrou que é preciso ter um certo cuidado, já que nem todo link é realmente relevante e atrativo para a otimização.


Com as dicas apresentadas acima, é possível planejar uma estratégia de link building mais assertiva e, dessa maneira, ter sucesso nas suas campanhas de marketing digital.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

1 visualização
  • Facebook Umdesign
  • Instagram Umdesign
  • LinkedIn Marcus Vinicius
  • Pinterest Umdesign
  • Twitter Umdesign