Loading...

Logo você terá acesso ao site

 
  • Marcus Vinicius

Como vender serviços online? Veja dicas


Algumas pessoas não sabem, mas vender serviços online também é possível, sendo que muitas empresas e empreendedores têm investido nessa modalidade.


Quando falamos em e-commerce e lojas virtuais, logo nos vêm à mente plataformas que vendem os mais variados produtos e serviços, principalmente artigos eletrônicos, roupas e itens de outros setores.


Entretanto, é possível comprar serviços pela web também, como no caso de cursos. Além deles, existem outras possibilidades, e todas elas têm como objetivo trazer mais conforto para os consumidores e mais lucros para o empreendedor.


O que muda é que a empresa precisa investir em algumas estratégias para atrair os consumidores e assim vender sua solução.


De fato, as vendas pela internet são bem diferentes das vendas físicas. Você não tem contato presencial com o cliente, não consegue falar com ele e usar seus argumentos, então, tudo vai depender do desempenho do seu site.


É por isso que é importante saber como trabalhar um e-commerce de serviço, e assim não perder nenhuma oportunidade de negócio.


Se você está entrando nesse ramo, mas ainda se sente completamente perdido, leia este artigo. Nele, vamos mostrar a diferença entre vender produtos e serviços pela internet e dar algumas dicas importantes.


Diferenças entre vender produtos e serviços online

Vender produtos pela internet é um modelo de negócio conhecido como e-commerce, mas se você vende serviços, então seu negócio é conhecido como e-business.


Ele não se limita apenas à compra e venda de mercadorias, na verdade, qualquer atividade que precise de conexão com a internet é considerada como tal.


Sendo assim, o e-commerce é uma parte importante do e-business. É importante entender a diferença entre vender produtos e serviços pela internet, porque essa modalidade cresceu muito nos últimos anos.


Uma loja de roupas precisa apenas de uma conexão com a internet, mas uma empresa que presta serviço de processamento de folha de pagamento deve ter um site, ERP, CRM, além de uma boa conexão com a internet.


Analisando por esse lado, podemos dizer que a venda de serviços é um conjunto de sistemas necessários para que o negócio aconteça.


Enquanto o e-commerce depende apenas de um site para começar, mas isso não significa que ele seja 100% online, ao contrário do e-business.


Alguns exemplos clássicos desse tipo de negócio são as plataformas para locação de imóveis e as de streaming.


Independentemente de qual serviço você pretenda vender, o fato é que a internet vai aumentar o alcance do seu negócio, além de ser a principal mediadora das vendas.


Vender serviços pela internet também tem muitas vantagens. Por exemplo, quando analisamos sob o ponto de vista logístico, estamos falando de uma facilidade que faz com que os processos aconteçam de forma rápida e prática.


Um exemplo disso é a comunicação com os clientes, que acontece por meio de canais digitais, como no caso das redes sociais. O atendimento é mais rápido e personalizado, atendendo fora do horário das lojas físicas.


Então, se você vende, por exemplo, serviços de auditoria tributaria pela internet, terá acesso a uma série de dados relacionados à performance do negócio em qualquer momento.


Em outras palavras, isso quer dizer que é possível utilizar ferramentas diferentes, que permitem analisar o comportamento do consumidor e como está a performance da operação.


Seu negócio evolui de maneira rápida e efetiva, e você pode fazer as mudanças que julgar necessárias, sempre que quiser. Com isso, fica mais fácil obter bons resultados, mas de modo muito mais simples do que os negócios físicos.


Agora que você já entende as diferenças entre vender produtos e serviços pela internet e as vantagens da venda de serviços, no próximo tópico, traremos algumas dicas importantes.


Dicas para vender serviços pela internet

A tecnologia permite que as pessoas vendam suas soluções pela internet. É importante lembrar que qualquer negócio, como um que preste serviços de contabilidade, precisa ter uma boa presença digital.


Então, não se trata mais de uma opção se você quiser ver a sua empresa crescer. Ademais, quando se trata das vendas pela internet, muitos empreendedores têm dúvidas sobre como fazer isso. Entretanto, algumas estratégias podem ajudar, como:

Ter uma boa estratégia de marketing

Para fazer boas vendas online, é necessário atrair tráfego para o seu site, e o marketing digital conta com as estratégias ideais para isso.

Uma de suas melhores táticas é o SEO (Search Engine Optimization), otimização para motores de busca. São otimizações feitas nas páginas do site para que elas apareçam entre os primeiros resultados de pesquisa.

Essa estratégia é orgânica e gratuita, mas ela depende de um estudo que mostre o que o público-alvo está pesquisando e as palavras-chave relacionadas ao serviço que você oferece.

Por exemplo, no caso de uma dedetizadora, um termo bastante procurado pode ser dedetizadora na zona norte’. Com base nisso, ela vai criar conteúdos ricos com esse termo.

Outra estratégia boa para gerar tráfego são os links patrocinados. Só que você precisa investir neles financeiramente, pois ao contrário do SEO, não são gratuitos.

É possível criar anúncios pelo Google Ads e Facebook Ads, e nesta rede social, essa estratégia é ainda mais vantajosa por ser usada por bilhões de pessoas no mundo todo.

Todo anúncio criado deve ser direcionado, para que possa impactar as pessoas certas e nos momentos mais oportunos.

Conhecer o público

Você precisa definir o seu público-alvo e conhecê-lo profundamente. É dessa forma que você vai atingir um número maior de pessoas na internet, e justamente aquelas que se interessam pela sua solução.

Para saber quem é o seu público-alvo, é necessário fazer pesquisas constantes, conversar com seus clientes, enviar formulários por e-mail, dentre outras possibilidades.

Se temos um público-alvo bem definido, então, fica mais fácil observar as características predominantes dele para montar a persona. Inclusive, a persona possui características mais detalhadas, como:

Nome;

Idade;

Sexo;

Profissão;

Estado civil;

Desejos;

Necessidades;

Hábitos.

Ademais, a persona é um personagem que representa o perfil de cliente ideal, ou seja, aquela pessoa que realmente compraria serviço de abertura de empresa, por exemplo.

A partir dela, é possível criar estratégias de marketing mais direcionadas, que ajudam a aumentar as vendas.

Saber usar e-mail marketing

Para usar o e-mail marketing do jeito certo, é necessário considerar as informações que você tem de sua persona. Assim, escolhemos melhor a abordagem e o tom de voz.

Também é necessário trabalhar outros quesitos intrínsecos aos conteúdos que serão enviados por e-mail. No campo assunto, preencher com um título entre 50 a 60 caracteres.

As imagens devem ter o menor tamanho de arquivo possível. Deve-se evitar o uso de palavras como “promoção” e “grátis”, para que o e-mail não seja enviado para a caixa de spam, sempre incluindo uma chamada para ação no corpo do e-mail.

Usar diferentes métricas sociais

As empresas de folha de pagamento, por exemplo, devem investir em diferentes canais para a divulgação de seus conteúdos. Ademais, o perfil nas redes sociais deve estar sempre atualizado, assim como o blog estar sempre com materiais atuais.

O e-mail marketing deve ser usado como um canal de relacionamento, e todas essas estratégias juntas aumentam a credibilidade do negócio.

Valorizar a experiência do site

Garantir uma boa experiência aos visitantes dentro do site aumenta a venda de serviços online. Para isso, invista em layout responsivo, boa velocidade de carregamento e jornada de compra estruturada na plataforma.

Em linhas gerais, as empresas de contabilidade devem garantir uma experiência fluida em seus domínios, permitindo que os clientes comprem o que precisam sem maiores dificuldades.

Diversificar as formas de pagamento

As pessoas possuem diferentes possibilidades e limitações para pagarem suas contas. Assim, se você oferece diferentes opções de pagamento, não perde oportunidades de negócio.

Possibilite que o seu visitante pague com boleto, cartão de crédito ou débito, pix, transferências, dentre outras opções.

As condições de pagamento também precisam variar, como no caso do parcelamento sem juros e frete grátis. Ao trazer todas essas possibilidades para o seu negócio, a taxa de conversão aumenta, o que significa mais clientes e vendas.


Conclusão

Uma empresa de gestão empresarial pode perfeitamente vender os seus serviços totalmente online. A única necessidade é saber trabalhar esse tipo de venda e focar em algumas ações, como as que mostramos aqui.

As vendas pela internet já são uma realidade no mundo todo, mas a tendência é que ela se torne a principal, se não a única modalidade de compra daqui há alguns anos.

Portanto, ao investir em boas práticas para a venda de serviços pela web, você acompanha as mudanças que estão por vir, bem como moderniza o seu negócio.

Neste artigo, você aprendeu como fazer isso, por meio de estratégias que têm como foco fazer a venda de serviços pela web crescer.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

1 visualização